Carapinha - Bom, Bonito e Recomenda-se


Umas das razões pelas quais criei o blog foi por estar  indignada. Hummm...pois!!! E vocês perguntam, indignada com o quê? Ao que eu respondo: com o facto de muitos Afros acharem que ter carapinha é coisa do demónio...lol.

Quantas de vós não ouviram as vossas mães reclamarem por acharem que o cabelo das suas filhas é ruim (que na minha visão é apenas um cabelo um pouquinho mais difícil de manejar)? Quantas de vós não acreditaram ou acreditam que aquilo que as mesmas dizem/diziam é verdade e que o ideal de beleza são as meninas de cabelo liso e longo? Pois é meninas, o trauma fica! A culpa não é nossa!!!!!

Somos constantemente bombardeadas com comentários maliciosos acerca da nossa carapinha.
Muitas das vezes ter o cabelo natural  é associado a "coisa" de pessoas com baixo rendimento (Girl, get a relaxer!),   "coisa"  de pessoas desleixadas  e por aí vai. Por isso nos refugiamos nos relaxers, extensões, perucas  mas tratar da carapinha que é bom nada (como se diz na minha terra nhetê). 

Não fomos ensinadas a adorar o nosso cabelo da forma como ele é. Ele tem uma textura diferente mas isso não o torna melhor ou pior. Ele é diferente e diferente não é sinônimo de negativo mas sim de único, especial, algo que se destaca de entre os demais.

Assumir a nossa carapinha não nos torna menos mulher, menos atraentes, menos, menos e menos...
 Podemos fazer tudo aquilo a que nos propomos pois ter carapinha não afecta a nossa inteligência, a nossa maneira de lutarmos por aquilo que queremos, a nossa maneira de ver a vida. É apenas uma maneira de ser e estar!

Ter carapinha é bom, bonito e recomenda-se!

2 comentários:

  1. amo o meu carapinha, nao penteio me da dor de cabeça.

    ResponderEliminar
  2. Adorei a tua mensagem! É realmente incentivadora. Sempre desfrisei o cabelo e desde pequena que tenho complexos, porque todas as minhas irmãs têm um cabelo encaracolado e eu, infelizmente, sempre fui a crespa.
    Tenho estado com a ideia de assumir o meu cabelo natural há mais de um ano, porque sempre gostei de cabelo expressivo. Mas por me sentir complexada, nunca assumi.
    Com o incentivo do meu marido, cortei apenas ontem. E, já tenho muitos comentários negativos e alguns positivos.
    É realmente frustrante, quando queres te sentir bem, mas há sempre alguém que te leva para baixo.
    Hoje temos bons produtos para os nossos cabelos e estou decidida a continuar assim.
    Tenho de ter força e coragem para assumir-me realmente como sou.
    Um beijinho com carinho.

    ResponderEliminar