"Cortar ou não cortar, Eis a questão"

Muitas mulheres quando decidem voltar a ter o seu cabelo natural, deparam-se com um dilema: cortar ou não cortar o seu cabelo. Eu sei do que falo meninas. Estive na mesma situação...

Sempre tive o cabelo abaixo da linha dos ombros e sinceramente não o vejo de outra forma. Portanto ser "radical" é algo que assusta-me imensamente. Há que preparar bem o espírito antes de dar esse grande passo que acredito mudar a vida, os hábitos e a maneira de encarar o conceito  de feminilidade que até então se dava como adquirido.

As interrogações são recorrentes: Será que vou conseguir usar o meu cabelo curto? O que meus amigos e familiares vão pensar? Como vai ser no trabalho/faculdade/escola?  Se cortar continuarei a ser bonita e atraente?  Essas questões, volta e meia, fazem parte dos nossos pensamentos mais profundos. Compreensível!

Porém, se olharmos a decisão de cortar o cabelo com lentes de aumentar veremos que caso optemos por fazê-lo não teremos de nós  preocupar com a quebra/queda dos fios, coisa que acontece muito quando prolongamos a transição.

Depois deste "desabafo" resta-me dizer-vos que existe algo chamado Livre Arbítrio.  Se acharem  que é melhor cortar, façam-no. Se chegarem a conclusão que o melhor será prolongar o máximo possível o processo de transição, então que assim seja. Não se sintam pressionadas.
Não se esqueçam, as decisões que tomamos recaem sobre nós...A escolha, é sempre sua!

Aqui fica a pic de uma mulher "Afromente Corajosa":



Sem comentários:

Enviar um comentário