A História do meu cabelo (2010-2013)

A evolução do meu cabelo tem sido alvo de muita curiosidade por parte de quem segue o blog. Foram-me enviados pedidos/mensagens para que eu contasse a minha "história capilar"! E foi o que fiz, escrevendo este post. Sem mais frus-frus, vamos directos ao assunto... 

Comecei a desfrisar o cabelo com 16 anos. Não fui obrigada a tal! Fi-lo por curiosidade! Senti-me moça quando o fiz. hahahhahah! Usei e abusei dos meus dos desfrisantes e claro que o resultado foi desastroso... Experimentei um manancial de coisas no meu cabelo, sendo a maioria delas super prejudiciais.

No dia 11 de Outubro de 2011, alguns anos após o meu primeiro desfriso,  levei a cabo o meu regime capilar. Era simples e, mais importante de tudo, eficaz! Mas antes disso, passei por situações bem cabeludos....ou não!  

Em  2010,  usava extensões brasileiras. Era viciada! Cabelos encaracolados, lisos, onduladas  passaram pela minha cabeça.   
Extensões brasileiras
Este tipo de extensões danificou o meu cabelo de tal forma que tive de cortá-lo até aos ombros. Foi a decisão mais acertada!
O meu cabelo estava realmente curto! 
Queria muito fazer crescer o meu cabelo mas não sabia como o fazer! Sendo assim, continuei com os mesmos hábitos.
O uso de extensões era uma constante
 Alisava o cabelo pelo menos 1 vez por semana, desfrisava todos os meses, continuava a aplicar extensões sem dar descanso aos fios e pintava o cabelo. Pois, eu sei! Era tão mazinha para com o cabelo....  
O cabelo estava cada vez mais curto! 
No verão de 2011, propus-me a descobrir mais sobre o "dossier cabelos", o que fez com que eu prestasse mais atenção aos meus fios.  Apesar de ainda  não ter nenhum regime capilar nem ser consistente no tratamento do cabelo, já conseguia ver algum progresso. 
Esquerda: Tissagem intercalada; Direita: Estava a usar o meu própria cabelo. Já notava algum crescimento
Após retirar as extensões, constatei que tinha desenvolvido alopecia de tracção (mal de que sofro até hoje, apesar de ser em menor grau) devido ao uso excessivo de aplicações e ao facto de não tratar do meu cabelo da maneira correcta!
As minhas"laterais" estavam super danificadas
Tinha de fazer qualquer coisa! Depois de muita pesquisa pelo youtube, sites e blogues da especialidade, decidi que era agora ou nunca. Dia 11 de Outubro de 2011 construí o meu regime capilar, super simples, que incluía hidratações profundas, o uso de estilos protectores, banhos de óleo e o uso mínimo de calor nos  fios.

Em Dezembro de 2011 já notava alguns resultados. O cabelo estava mais forte e brilhante.  Voltei a ver os meus caracóis, coisa que não acontecia desde os meus 16 anos.
3 meses sem desfrisar o cabelo
Em Janeiro de 2012, já sentia o cabelo ganhar corpo! Estava cada vez mais decidida em fazê-lo crescer...
Meu cabelo, 4 meses sem desfriso
Após cuidados intensivos, em Fevereiro de 2012, já conseguia ver as minhas "laterais" crescerem. Não podia estar mais contente!
Era notável o desenvolvimentos das "laterais"
Em Abril de 2012 já sentia o cabelo ganhar personalidade! Não podia desistir...Em menos de um ano, ele já tinha ultrapassado a linha dos ombros. O regime estava a dar resultados...bons resultados!
O cabelo estava mais forte e comprido
Em Setembro de 2012 tomei um grande susto quando estiquei o meu cabelo. Ele estava enorme! Happy! 
Utilizei o método de tensão para esticar o cabelo
De Outubro de 2012 a Fevereiro de 2013, usei imensos estilos protectores e continuei a cuidar do meu cabelo.
Tranças, um dos meus estilos protectores favoritos
Estiquei o cabelo em Abril de 2013 e fiquei maravilhada com o resultado!
Adoro o volume do meu cabelo
Em Junho do mesmo ano, voltei a esticar o cabelo, e adorei o volume do mesmo.
Cabelo esticado utilizando o método de tensão
Depois de 2 anos a tratar do meu cabelo de forma consistente, eis o resultado em  Agosto de 2013. Cabelo farto,com brilho, longo e com vida. Não poderia estar mais feliz com os resultados atingidos!

O meu segredo: paciência e dedicação! O cabelo não cresce de um dia para o outro. Ele leva o seu tempo. O importante e termos noção disso e não desistir. Não permitas que alguém te diga o que tu és ou não capaz de fazer! Tenta!!!!!!

6 comentários:

  1. Olá Denny Chicola, obrigada por compartilhar a sua história e parabéns pela sua determinação em conseguir o seu cabelo de sonho.
    E também obrigada pelo seu blog que está a ajudar-me imenso na minha transição (descobri aqui o óleo de Rícino :)
    Eu comecei agora a minha luta (4 meses sem nenhuma química e um mês de transição).
    Beijinhos e continua assim...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Sophia! Muito obrigada mesmo. Ainda bem que o blog tem sido útil para você. Eu também quero ter o cabelo natural mas sem cortar. Partilha a sua história connosco. Manda para o email do blog ou envia uma mensagem na página do facebook! Queremos saber quais são seus medos, suas aspirações, suas dificuldades capilares etc. P.s: continua lutando!

      Eliminar
  2. Adorei o post! É bom saber que não sou a única nesta jornada, continuação de um bom trabalho :)

    http://thetacheles.blogspot.pt

    xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada Zinaid! Manda-nos fotos da tua jornada capilar. Ficamos curiosas.. Continuação de um bom trabalho para ti tbm...

      vamos passar pelo teu blog!

      Eliminar
  3. Obaaah! gostei muito Denny!
    És a minha fonte de inspiração lol
    Beijo grande

    ResponderEliminar